quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

A RÃ QUE NÓS PENSAVAMOS QUE ERA UM MARTIM-PESCADOR

 QUEM IMITA QUEM?


Uma pesquisa realizada no oeste da Índia descobriu uma nova espécie de rã.

Girinos que se transformam em rãs não é novidade, mas quando um pássaro é milagrosamente transformado em um anfíbio (até aquele momento desconhecido da ciência) é hora de conhecer a história.

Em uma reviravolta bizarra de eventos que dá um novo significado ao termo "metamorfose", uma rã cuja voz era confundida com a vocalização do martim-pescador-de-garganta-branca (Alcyon gularis) acaba de ser confirmada como uma nova espécie.
Foi a ciência cidadã que lançou luz sobre a verdadeira identidade da rã de "Skittering Karaavali", nome da região onde a vocalização foi gravada pela primeira vez. Na língua local falada extensamente no estado de Karnataka,  a palavra Karaavali é o nome para a costa ocidental de India.


Martim-pescador-de-garganta-branca. Foto de Seshadri KS

Um  guarda-florestal local, C R Naik, estava monitorando a biodiversidade em torno de sua vila costeira, para documentar as espécies de aves, repteis e anfíbios. Quando percebeu que o chamado do martim-pescador era na verdade a voz de uma rã, ele gravou a vocalização no telefone celular. 
Durante o trabalho de campo subseqüente Naik tocou a gravação para uma equipe de cientistas, inclusive vários herpetólogos, que não tiveram dúvidas em afirmar que era a voz de uma ave.
Entre os pesquisadores que ouviram a gravação estava Seshadri K S, doutorando (PhD) na Universidade Nacional de Cingapura, e que intrigado pela afirmação de Naik de que a chamada pertencia a uma rã e não ao comumente ouvido Martim-pescador-de-garganta-branca, resolveu visitar o local costeiro e investigar o mistério. 
Após algumas horas de trabalho noturno em meio a campos de arroz alagados na companhia de Naik, Seshadri se convenceu de que a história não era uma fraude elaborada. A análise subsequente do chamado confirmou que se tratava de uma espécie nova para a ciência.


Euphlyctis karaavali sp. nov.  Foto de Naik CR

Este é um exemplo de que quando os cidadãos resolvem se engajar na luta pela conservação da biodiversidade muita coisa pode acontecer. Se Naik não fosse curioso, observador e envolvido com os problemas de sua comunidade, essa rã poderia desaparecer sem que a ciência soubesse de sua existência.

O Dr. Gururaj KV, um renomado pesquisador de anfíbios, que realizou a análise bioacústica da chamada, é um forte defensor da necessidade de envolver o público em geral em atividades científicas e foi, portanto, particularmente gratificante que a ciência cidadã tenha desempenhado um papel tão importante na descoberta.
Eles tinham certeza de que a voz era de uma ave e que Naik os estava levando para uma aventura, mas ele foi bastante convincente e eles reconheceram que a vocalização deveria ser melhor investigada e pediram a  Naik que fizesse um vídeo da próxima vez que a ouvisse.

Naik imediatamente começou a trabalhar e enviou clipes de vídeo e ainda afirmou que esta era uma nova espécie de rã.

A espécie recentemente descoberta já está ameaçada pelo desenvolvimento de infraestrutura nas proximidades do vilarejo, na forma de construção de rodovias e conversão de terras agrícolas. Os autores do estudo ressaltam o fato de que a rã parece estar restrita a apenas três distritos das planícies costeiras de Karnataka, e recomendaram que ela fosse oficialmente classificada como Ameaçado na Lista Vermelha da IUCN.

O resultado da pesquisa foi publicado em dezembro/2016 na revista Asian Herpetological Research.

http://www.ahr-journal.com/en/oa/darticle.aspx?type=view&id=20160401

Outros Links

Vocalização da rã
Vocalização do Martim-pescador


Leia na íntegra (em inglês) no site do Bird Life International, a reportagem de Tim Knight.
http://www.birdlife.org/asia/news/frog-mistaken-for-bird





Nenhum comentário:

Postar um comentário